Frentes Missionárias

Seguindo o exemplo dos seus Fundadores que, cheios de audácia evangélica, foram aonde os pobres estavam e assumiram novos serviços para atenuar seus sofrimentos, as Filhas Caridade permanecem abertas às novas formas de pobreza. Elas participam das pastorais da Igreja e permanecem junto aos pobres promovendo a conscientização da sua dignidade de filhos e filhas de Deus e ajudando-os a se organizarem a fim de reivindicarem seus direitos.

  • Assentamentos
  • População Indígena
  • Trabalhadores rurais
  • Pastoral da Criança
  • Pastoral da Saúde (medicina alternativa)
  • Pastoral da Família
  • Pastoral Carcerária

Missão Santa Luísa de Marillac – Brasil/RO

A Missão Santa Luísa de Marillac surgiu como resposta a 2ª linha de Ação do Encontro Interprovincial, de 2011, em Belém, logo em seguida o arcebispo de Rondônia solicitou Irmãs para sua Arquidiocese, elaboramos um Projeto e encaminhamos a Irmã Evelyne Franc, e seu conselho, que aprovaram nossa 1º Experiência Missionária Interprovincial no Brasil.

A Equipe Missionária Vicentina, composta por três Irmãs FC vindas de Curitiba, Fortaleza e Rio de Janeiro. Atuamos nos municípios de Itapuã do Oeste e parte de Candeias do Jamari, por meio da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, criada em 1978, constituída de 17 comunidades, sendo 16 na área rural.

As Irmãs chegaram à Itapuã do Oeste em fevereiro de 2012, com dois Padres da Congregação da Missão e em comunhão com o Plano de Pastoral da Arquidiocese de Porto Velho, assumiram o objetivo: “Evangelizar, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos os pobres, assumindo sua missão neste chão da Amazônia, conscientes do mandato de ir ao encontro das pessoas, para que todos tenham vida, rumo ao Reino definitivo”.

Tornou-se necessário “conhecer o chão” que estávamos pisando, iniciamos o trabalho de visitas para “escutar os clamores do povo”, bem como a integração nas comunidades e Pastorais, que estavam desarticuladas, dando ênfase à Catequese e celebrações nas famílias.

No segundo semestre, foi realizada a Assembleia Paroquial, onde foi feita a divisão territorial da Paróquia em quatro setores: São José, (5 comunidades), São João Batista ( 3 comunidades), Maria Mãe dos Migrantes (4 comunidades) e Nossa Senhora de Lourdes (5 comunidades). Esta divisão foi fundamental para a Missão.

A presença das Irmãs e dos Padres nos setores através das visitas fortaleceu a realização das formações (Liturgia, Grupos Bíblicos, Juventude, Missão Jovem, Catequese, Pastorais Sociais), e nos momentos fortes, (Semana Santa, Natal, Pentecoste, Festa da Padroeira, reuniões do Conselho de Pastoral).

A Pastoral da Saúde e da Criança deu-se continuidade aos trabalhos de acompanhamento às equipes e líderes. Foi revitalizada a Pastoral da Pessoa Idosa. Implantamos o ECC (Encontro de Casais Com Cristo), e aprofundamento à Pastoral do Dízimo.

Nos dois últimos anos, a Assembleia Paroquial assumiu como prioridades: Família, Formação e Juventude, dentro da ênfase missionária e do aprofundamento do sentido de pertença eclesial propostos pela diocese.

  1. A) Condições necessárias ao bom funcionamento:
  • A disponibilidade das Províncias;
  • O acolhimento da Província do Rio de Janeiro ao Projeto em seu território;
  • A disponibilidade da Congregação da Missão;
  • O entrosamento dos Padres e Irmãs;
  • O Carisma Vicentino;
  • Entrosamento das Irmãs entre si;
  • Participação das Irmãs nos Conselhos Municipais da Saúde e da Assistência;
  • Participação das Irmãs e Padres nas reuniões e atividades da Arquidiocese.
  1. b) Sinais da ação missionária nesses 3 anos:
  • Maior participação nas celebrações;
  • Engajamento nas pastorais;
  • Retorno de muitos católicos à Igreja.
  1. c) Precisa desenvolver:
  • Conscientizar sobre o valor da Palavra de Deus como fundamento da Ação Evangelizadora;
  • Formação de Liderança;
  • Aprofundar a reflexão sobre o Dízimo;
  • Implantação da Pastoral Familiar;
  • Criação de nova comunidade em Itapuã do Oeste, pois existem 25 Igrejas evangélicas na área urbana e somente um templo católico.

“Não fostes vós que me escolhestes, fui Eu que vos escolhi”. (Jo 15,16), para esta missão.

Agradecemos muito a Deus que tem inspirado nossos Superiores e também nos inspirado nesta caminhada de Evangelização e esperamos, que possamos assumir com mais fé, alegria e coragem o que é fruto da graça de Deus, da oração e de nosso Carisma Vicentino.

O Papa Francisco exorta a “sair do ninho”, para morar na vida dos homens e das mulheres do nosso tempo, e nos entregarmos a Deus e ao Próximo.

Equipe Missionária  Assembléia Paroquial  Missão na Comunidade Santo André Retiro da Missão Jovem

Rio de Janeiro

MISSÃO CATARINA LABOURÉ
Rua Praia de Sepetiba, 1630, Sepetiba, Rio de Janeiro – RJ
Fone:(21) 3292-3376

CENTRO SOCIAL LUÍSA DE MARILLAC
Praça Coronel Monerat, 190, 28660-000, Bom Jardim – RJ
Fone:(22) 2566-3911

Mato Grosso do Sul

COMUNIDADE N. SENHORA DAS MISSÕES
Rua Dean Paul Martins Junior, 40, Aero Rancho, Setor Sete, 79085-370, Campo Grande – MS
Fone: (67) 3386-7652

CENTRO SOCIAL RURAL S. VICENTE DE PAULO
Avenida São Vicente de Paulo, s/n, CEP 79868-000, Dourados, Indápolis – MS
Fone: (67) 3489-1186

MISSÃO MARGARIDA NASEAU
Rua Alcides Melquiades, 894, Postal 15, CEP 79745-000, Novo Horizonte – MS
Fone: (67) 3447-1147

Mato Grosso

CASA S. VICENTE DE PAULO
Rua S. Vicente de Paulo, 43, Caixa Postal 2, CEP 78480-000, Acorizal – MT
Fone: (65) 3353-1110

MISSÃO MARIA DE NAZARÉ
Rua Avenida Palmiteira, 276, 78320-000, Juína – MT
Fone: (66) 3566-5113